Como cuidar de forma certa dos pelos do seu Pet

Como cuidar de forma certa dos pelos do seu Pet

Dicas

Um das partes mais sensíveis dos nossos bichinhos de estimação são os pelos. É necessário muito cuidado para não machucar ou prejudicar a pelagem dos animais, e dependendo do pet, é necessário cuidado redobrado. É muito importante antes de tudo ficar atento em alguns sinas que o pet pode dar, como coceira e irritação.

Muitas pessoas não sabem lidar com essa situação e compram remédios sem a recomendação de um veterinário, é isso nem de longe é recomendado.

Mas existem algumas praticas que podem evitar e melhorar o conforto do seu Pet sem muitos custos e sustos.

Veja mais:

Alimentação adequada para os pelos do seu pet

Uma alimentação equilibrada em vitaminas, minerais, proteínas e gorduras ajuda muito na qualidade da pele e pelo. Isso ocorre porque a pele e pelo precisam de diversos nutrientes para sua adequada função. Com isso, podemos dizer que a beleza realmente começa por dentro.

Veja alguns dos nutrientes mais comuns que ajudam a promover pele e pelos saudáveis​:

  • Ômega-6: É um ácido graxo essencial que ajuda a dar brilho e na hidratação da pele.
  • Ômega-3: Ajuda a diminuir a inflamação na pele, pois tem um efeito anti-inflamatório. É comum em alimentos formulados para alergia alimentar.
  • Biotina: Esta vitamina do complexo B ajuda a promover o crescimento saudável do tecido.
  • Cobre: ​​Este nutriente ajuda a manter a cor do pelo e evita a queda de pelo.
  • Vitamina E: É um antioxidante que ajuda a proteger as células da pele contra a ação de radicais livres.
  • Proteína: Importante para a formação do pelo, já que 95% do pelo é constituído por proteínas. Por isso, as proteínas devem estar em teor adequado e o alimento deve conter fontes proteicas de alta qualidade (como ovo em pó, farinha de glúten de milho-60 e farinha de vísceras de aves).

Atenção ao comportamento do seu Pet

Alimentação adequada para os pelos do seu pet

É sempre muito importante verificar de perto, se seu animal apresenta alguma alteração de pele que precise de tratamento veterinário. O ideal é observar durante a escovação do animal. Pode-se escovar o animal uma vez por semana, mas essa frequência pode mudar de animal para animal. Esse procedimento ajuda a desembaraçar os pelos e, especialmente em gatos, os mesmos podem  se beneficiar com a diminuição da formação das bolas de pelo.

Ao escovar seu gato ou cachorro, fique atento a:

  • Queda excessiva de pelos ou áreas sem pelo;
  • Pele seca, vermelha ou irritada;
  • Feridas ou áreas ásperas;
  • Pequenos pontos pretos ou brancos, que podem ser carrapatos ou ovos de pulgas;

Caso o seu animal já esteja consumindo um alimento completo e balanceado de qualidade e, mesmo assim, apresenta alterações na pele e pelo, é importante visitar o veterinário para identificar o que esteja causando esse problema.

Post anterior
Raças de cães mais indicadas para mulheres
Próximo post
7 dicas para a higiene e saúde do seu gato
Menu